Vem para Sergipe!

Sergipe é uma das 27 unidades federativas do Brasil. É o menor dos estados brasileiros. Em 2010, sua população foi recenseada em 2.068.017 habitantes. A capital e maior cidade é Aracaju, que inclui ainda os municípios de Barra dos Coqueiros, Nossa Senhora do Socorro e São Cristóvão - a primeira capital de Sergipe. Outras cidades importantes são Itabaiana, Lagarto e Estância, todas com mais de 50 mil habitantes. Ao todo, o estado possui 75 municípios divididos nas mesorregiões do Leste, Agreste e Sertão sergipanos. A atividade agrícola é um fator da economia sergipana. Em destaque nesse ramo, encontra-se o cultivo da cana-de-açúcar. A laranja e o coco também são produzidos pelo estado. O extrativismo mineral é outra atividade do setor primário. Petróleo, gás natural, calcário e potássio são os principais. Sergipe emancipou-se politicamente da Bahia em 8 de julho de 1820. A então capitania de Sergipe del Rey viria a ser elevada à categoria de província quatro anos depois, e, finalmente, a estado após a proclamação da República em 1889.

Sergipe é uma terra de clima tropical, sendo mais úmido conforme fica próximo ao litoral. Tem como principais rios: São Francisco, Vaza-Barris, Sergipe, Japaratuba, Piauí e Real.

Na literatura, nossa terra tem destaques, também! Dentre os principais escritores sergipanos se destaca Tobias Barreto, fundador do condoreirismo brasileiro e patrono da cadeira 38 da Academia Brasileira de Letras. A localidade onde nasceu, a Vila de Campos do Rio Real, foi posteriormente rebatizada com o seu nome e hoje é o município de Tobias Barreto.

Na década de 1970, surge a chamada "música popular sergipana", trazendo temática local para as letras. Cantores como Chiko Queiroga e Antônio Rogério trazem em suas canções elementos do folclore sergipano.

A música contemporânea traz uma mistura de ritmos folclóricos nordestinos com o reggae, romantismo, rock e a música eletrônica. Nessa vertente estão as bandas e cantores Sulanca, Lacertae, Naurêa e Maria Scombona. Outros nomes importantes da música no estado são a banda de rock The Baggios, a cantora Amorosa e a banda de forró Calcinha Preta.

A Orquestra Sinfônica de Sergipe foi fundada em 1985, mas somente a partir de 2006 passou a ter uma temporada regular de concertos. Seu diretor artístico é o maestro Guilherme Mannis.

O estado de Sergipe foi traduzido na canção "Sergipe é o país do Forró" pelo cantor e cantor sergipano Rogério. Este, um dos artistas sergipanos que alcançaram sucesso no âmbito nacional com várias músicas.


Sergipe de cores, nuances e sabores. Vem para cá! Estaremos prontos para te receber.